Histórias de casos

Regulagem de altura em robôs de transporte

A empresa InSystems Automation GmbH, com sede em Berlim, utiliza os atuadores lineares elétricos da LINAK no mecanismo de regulagem de altura de seus veículos chamados proANT. Além da segurança, a confiabilidade também tem um papel importante.

Aplicados, rápidos e confiáveis, e se movem pelo setor de produção e manufatura como se fosse mágica. O assunto do momento são os sistemas de transporte sem motorista e eles estão se tornando cada vez mais utilizados nas principais fábricas do mundo. Essa tecnologia se tornou de fácil utilização e agora programar um robô de serviço é mais simples para o usuário.

Além disso, a necessidade pela automação em geral faz os sistemas de transporte sem motorista cada vez mais populares. Os atuadores lineares elétricos da LINAK® são utilizados em diversas funcionalidades em robôs móveis, normalmente levantando e abaixando coisas. Com os robôs de transporte proANT a empresa InSystems Automation GmbH, com sede em Berlim, oferece uma linha inteira que pode ser customizada de acordo com as necessidades do cliente. O sistema de transporte proANT foi criado para cargas entre 30 e 1.200 kg.

Kristof Parz, o principal designer da InSystems, sempre enfrenta o desafio de desenvolver veículos personalizados capazes de atender às necessidades dos clientes. O novo proANT 654, construído para transportar plataformas móveis com recipientes, precisava de um modelo com regulagem de altura. O robô possui garfos que são posicionados embaixo da plataforma móvel, que é elevada até suas rodas não estarem mais tocando o chão.

proANT do Insystem
 

“Nós utilizamos um atuador LINAK no mecanismo de elevação”, explica Parz. Ele nunca considerou a utilização de uma solução hidráulica, pois em veículos desse tamanho é muito difícil colocar uma bomba hidráulica e as outras partes desse tipo de sistema. Mesmo um sistema compacto oferece vantagens limitadas quando comparado a uma solução elétrica. Pelo contrário: o controle, o posicionamento e o equilíbrio ambiental favorecem a utilização de um sistema elétrico. A força de elevação necessária de 3,000 N e o alcance de elevação máximo de 65 mm estão dentro do que atuadores elétricos modernos fazem.

A segurança é muito importante
A segurança pode ser complicada de implementar. Os sistemas de transporte sem motorista trabalham no mesmo ambiente que pessoas, por isso regras bem específicas devem ser seguidas. A limitação de elevação, por exemplo, é muito relevante nesse contexto. Se houver muita elevação, existe o risco do sistema ser danificado e de pessoas serem feridas.

A LINAK oferece atuadores com diversas sinalizações e devolutivas de posicionamento. No LA33, utilizado no proANT 654, a devolutiva de posicionamento analógica e digital está disponível para manter a precisão. O final do curso interno é utilizado como o ponto de referência inferior. Quando o atuador chega nele, um sinal de fim de curso é emitido. Para o final de curso superior, a InSystems utiliza um sensor externo:

“Por questões de segurança, o final de curso superior é monitorado por um sensor adicional localizado do lado de fora do atuador. Nosso sistema de transporte funciona em lugares que pessoas trabalham. É por isso que precisamos de dois sistemas de segurança independentes e redundantes”, diz Kristof Parz.

proANT do Insystem

Em outro projeto, o jovem designer teve que utilizar dois atuadores elétricos funcionando em paralelo para levantar uma esteira de roletes. Foi onde o Controlador Integrado da LINAK mostrou seu valor. Os controles eletrônicos para esse funcionamento em paralelo já estavam integrados nos atuadores, enquanto um bloco de controle de processo organizava a comunicação entre os dois atuadores.

Além da segurança, a confiabilidade também tem um papel importante. Para tirar o máximo proveito dos benefícios da automação dos fluxos de trabalho, a tecnologia precisa funcionar perfeitamente na perspectiva de longo prazo.

 

"Diariamente nossos sistemas de transporte sofrem solavancos e, portanto, são constantemente expostos a choques e vibrações. Isso significa que os componentes integrados precisam ser de boa qualidade. Para todos os componentes que utilizamos em nossos sistemas, incluindo os atuadores elétricos, estabelecemos altos padrões de qualidade”, diz Kristof Parz.

Saiba mais sobre a InSystems Automation aqui.

TECHLINE R&D LINAK e produção - Espie os bastidores play-icon

TECHLINE R&D LINAK e produção - Espie os bastidores

Com seu IC e BUS, você pode conectar e movimentar seus atuadores facilmente play-icon

Com seu IC e BUS, você pode conectar e movimentar seus atuadores facilmente

Arquivos

Manual do usuário Atuador LA33

Este manual do usuário irá ensinar como instalar, usar e manter seu atuador LA33 LINAK.

Foco na automação industrial

Neste folheto, apresentamos diversas possibilidades para implantação dos sistemas de atuador que podem impulsionar a produtividade na automação industrial.

Tem uma pergunta sobre a tecnologia de atuadores elétricos?

- Nossa equipe está pronta para ajudá-lo com informações técnicas, como iniciar um projeto e muito mais.