Entre em contato conosco aqui

Como o freio funciona em um atuador industrial

Curioso sobre o uso dos freios nos atuadores lineares e porque alguns atuadores industriais precisam de freios? Se você quiser saber sobre freios mecânicos, a capacidade de auto travamento dos atuadores ou a posição ideal do freio dentro de um atuador, continue lendo.

Aqui você pode se aprofundar nas diferentes formas de frenagem de atuadores lineares industriais, o que é sempre necessário para garantir que o atuador permaneça na posição correta, sempre que a energia estiver desligada. Nosso especialista Hunter Stephenson explica o necessário neste vídeo.

Basicamente, existem três maneiras de garantir que seu freio funcione em um atuador. Um atuador é auto travante, o que significa que ele não precisa de um freio para mantê-lo na posição quando a energia estiver desligada. Outra opção seria integrar um freio mecânico ou um freio elétrico no atuador.

Um atuador com baixa capacidade geralmente é auto travante. Isso significa que ele não faz faz movimento de volta ao parar. Visto que um atuador com alta eficiência - eixo de passo grande e relação de engrenagem combinada - deve ter um freio.

O freio de ação dupla é um freio mecânico muito resistente e confiável. O freio será ativado e desativado independente do movimento do atuador, desde que o movimento venha do motor elétrico.

É importante considerar a posição do freio ao desenvolver os atuadores lineares elétricos. Posicionar o freio mais perto do motor do atuador reduzirá a folga necessária para ativar o freio, e quanto mais longe o freio estiver do eixo, menor será a força necessária para frear.

Se você tiver dúvidas sobre freios para atuadores lineares elétricos industriais, entre em contato com o seu distribuidor LINAK.

Tem uma pergunta?

- Nossa equipe está pronta para ajudá-lo com informações técnicas, como iniciar um projeto e muito mais.