select
 

A mais nova bateria LINAK: BAJL Íon-Lítio de 4.50 ampere-Hora

As baterias de Íon-Lítio da linha BAJL da LINAK são perfeitas para aparelhagens hospitalares reguláveis, tais como camas hospitalares e guinchos para transportes de pacientes. A BAJL Íon-Lítio de 4.50 ampere-Hora aumenta suas opções e serve para qualquer aparelho.

Product News:  quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

BAJL Li-Ion 4.50 Ah extends the LINAK battery series

O número de opções de mobilidade para as aparelhagens hospitalares reguláveis aumenta com o lançamento de uma nova bateria – duas vezes mais poderosa que a BAJL Íon-Lítio de 2.25 ampere-Hora

A linha BAJL da LINAK agora possui uma bateria de 4.50 ampere-Hora. Esta nova bateria dá aos fabricantes de aparelhos hospitalares mais opções de mobilidade, diferente de aparelhos com cabo, como por exemplo guinchos para transportes de pacientes. 

A BAJL da LINAK cobre uma variedade de baterias recarregáveis de Íon-Lítio capazes de oferecer um desempenho mais confiável do que as baterias tradicionais de chumbo-ácido. 

As características mais importantes das baterias BAJL incluem: desempenho de velocidade estável, pouco peso – o que as torna fáceis de manusear, longa vida útil e, claro, o fato de serem mais ecológicas que suas equivalentes de chumbo-ácido.  
  The advantages of LINAK lithium ion batteries for mobile healthcare equipment

Lithium ion batteries in general help optimise workflows and improve ergonomics for healthcare professionals all over tAs baterias de Íon-Lítio ajudam a otimizar o fluxo de trabalho e melhorar a ergonomia dos profissionais da área da saúde em todo o mundo. Para saber mais sobre as baterias BAJL, visite a página do produto ou leia o artigo: BAJL – uma bateria leve, deconfiança e de alto desempenho 

 

Para mais informações, por favor contate a sua filial ou distribuidor.

LINAK é uma companhia internacional, fundada em uma simples ideia: Atuação linear elétrica.
Produzimos produtos que melhoram a qualidade de vida e o lugar de trabalho das pessoas.
Updated: quinta-feira, 11 de janeiro de 2018 10:32