select
 
New initiatives help hospitals fight bacteria efficiently

Novas iniciativas ajudam hospitais a

combater bactérias de maneira eficiente

Nos últimos anos, os hospitais dinamarqueses têm focado mais na higiene. Alguns anos atrás, o hospital regional de Horsens começou a ser chamado de 'hospital da inovação'. Aqui as bactérias não tem vez.

Todos os anos aproximadamente   3,000 pessoas morrem na Dinamarca por causa de infecções hospitalares. Este número é 18 vezes maior do que o número de pessoas que morrem em acidentes de trânsito. No hospital regional de Horsens eles tentam mudar este número.

A luta contra as bactérias
Seja bem-vindo aos corredores do porão do hospital onde nosso passeio começa. Aqui alguns funcionários trabalham para que ocorra tudo bem no cotidiano do hospital. O túnel de lavagem do hospital se esconde atrás de duas das portas: um sistema de lavagem automática avançado que limpa tudo, desde as camas até o teto das salas de cirurgia. O túnel de lavagem é apenas uma das muitas iniciativas que o hospital tem para aumentar a higiene.

Após 17 anos na indústria de limpeza de hospitais e matadouros, Søren Møller tornou-se Gerente de Limpeza no hospital regional de Horsens, onde esteve nos últimos 21 anos. Ele decidiu comprar o túnel de lavagem em 2015.

“Tudo começou com a instituição de um sistema de lavagem manual. Quando penduramos a cama, ficou claro que a lavagem manual não seria satisfatória. Começamos a pensar em máquinas", diz Søren Møller, e continua:

“Fizemos uma oferta na qual especificamos nossa exigência quanto à quantidade de água, sabão, eletricidade e tempo de lavagem com base em 15.000 lavagens por ano. Comparamos os resultados e, claro, escolhemos o que fez mais sentido. Estamos entusiasmados com as oportunidades que se abrem e que muitas outras regiões e hospitais vieram ver o túnel de lavagem.”

Alta demanda de lavabilidade
Quando Søren Møller começou a pesquisar, ele só queria uma lavadora de camas. Mas, logo ele percebeu que a nova máquina poderia ser útil para outras coisas. O hospital então decidiu investir em outra máquina em conexão com a expansão do hospital.

“Há um foco no fato de materiais futuros poderão entrar na máquina porque eles ficam muito mais limpos quando lavados nela. A máquina limpa muitas coisas que anteriormente não eram limpas ou eram limpas à mão. Hoje colocamos muitas coisas no túnel de lavagem, e a coisa vai evoluir quando tivermos mais uma máquina”.

The hospital bed in the wash tunnel at the Regional hospital in Horsens
Cama hospitalar no túnel de lavagem do hospital regional de Horsens

As camas do hospital possuem atuadores LINAK, então elas podem ser reguladas de acordo com cada paciente. Outros equipamentos também possuem os sistemas LINAK, e como estes são incorporados no túnel de lavagem, mais exigências são feitas aos produtos escolhidos pelo hospital, enfatiza Søren Møller.

“É indispensável que a LINAK pense na lavabilidade. Não compraríamos as camas e outros aparelhos hospitalares se eles não fossem laváveis. Tudo que está na cama deve poder entrar no túnel de lavagem, caso contrário não dará certo. Antigamente a cama era lavada manualmente, e era difícil de se obter um resultado satisfatório. Então, de um ponto de vista higiênico, é uma vantagem imensa nossos equipamentos poderem entrar no túnel de lavagem”, ele diz e finaliza: 

“É uma exigência legal que a higiene esteja em ordem. Trabalhamos de acordo com a Segurança do Paciente, onde, entre outras coisas, focamos muito em não transmitir infecções evitáveis aos pacientes. Além disso, também seguimos as Diretrizes Nacionais de Higiene do Instituto de Pesquisa da Dinamarca sob o Ministério da Saúde da Dinamarca (Statens Serum Institut). Por exemplo, analisamos 250 quartos quatro vezes ao ano, de acordo com o INSTA800, que é um padrão nórdico comum para medir a qualidade da limpeza. Assim, garantimos que a limpeza está em ordem.”

Maior foco na higiene
Søren Møller não vê grandes armadilhas apenas em relação à higiene nas camas. No hospital em Horsens, a limpeza é cuidadosamente delegada em áreas de responsabilidade entre a equipe de limpeza e a equipe de atendimento. Isso exige que ambas as partes estejam constantemente conscientes de quem é responsável pelo que. Isso também ajuda a garantir que todos somos responsáveis e que as equipes sejam utilizadas de maneira sensata.
   
A principal diferença que Søren Møller tem visto nos últimos 10 anos é o maior foco na melhoria da higiene nos hospitais.“Hoje, um pensamento que está sempre presente quando compro, é se as coisas podem ser limpas. Devemos ser capazes de limpar todos os cantos e ganchos de forma eficiente. Caso contrário, elas não são adequadas para uso em hospitais”, esclarece Søren Møller. 

Søren Møller – Service Manager
Søren Møller - Gerente de Limpeza

Lavabilidade LINAK
Como desenvolvedora e fabricante de sistemas de atuadores elétricos para aparelhagens hospitalares, a LINAK se sente obrigada a ajudar os hospitais a melhorar a higiene.

Naturalmente, os atuadores LINAK atendem a todas as normas e padrões internacionais de lavabilidade. No entanto, alguns dos nossos produtos atendem a um padrão ainda mais alto porque testamos muito mais do que a norma de 2017 prescreve. 

Nós chamamos este requisito rigoroso de Proteção de Impermeabilidade IPX6 Lavável LINAK DURA™